Carlos Guilherme

Tenor português nascido em 1945, em Moçambique, onde iniciou os seus estudos musicais, tendo sido distinguido com diversos prémios, atribuídos pela rádio e pela imprensa. Recebeu aulas de canto na Rodésia e estreou-se na Salisbúria na ópera Um Baile de Máscaras. Em 1980 ingressou no Teatro Nacional de S. Carlos, estreando-se na ópera Macbeth. Na sequência deste espetáculo, desempenhou vários papéis principais, nas óperas A Flauta Mágica, D. João, O Rapto do Serralho e O Barbeiro de Sevilha, entre outras. É colaborador regular do Círculo Portuense de Ópera, onde se destacou a sua interpretação em A Paixão Segundo S. João e Carmina Burana. Tem também atuado noutros países, como Espanha e França, e gravado diversos discos.
Como referenciar: Carlos Guilherme in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-12 02:05:06]. Disponível na Internet: