carneiro (simbologia)

Símbolo do masculino, do fogo e da força animal, criadora e destruidora do Homem e do mundo, o carneiro é uma representação cósmica da vida nas suas manifestações positiva e negativa, já que tanto pode ser organizador ou caótico, generoso ou obcecado, num impulso primário de vida.
O Carneiro é um símbolo que está presente em muitos dos mitos da Antiguidade. Está representado no deus egípcio Amón, que pertence ao elemento ar, regula a fecundidade e carrega os pecados dos homens, e no deus oleiro Knum, o carneiro procriador. Estes cultos justificam a existência de numerosos carneiros mumificados no antigo Egito, encontrados em escavações. Esta simbologia foi transportada para o deus romano Júpiter, que é representado com uma cabeça de carneiro, e para Hermes Crióforo, que transporta um carneiro sobre os ombros, uma imagem muito semelhante à de S. João. Na antiga Grécia, tanto em Esparta como na Dórida, adorava-se o deus Apolo Carneiros, que protegia os pastores, uma crença que foi transportada para o culto de Cristo Bom-Pastor. Na cristandade, o carneiro é também uma manifestação do cordeiro de Deus, que livra os homens dos pecados. A simbologia do carneiro, associada ao fogo criador, à fertilidade e à imortalidade, é encontrada nas culturas tanto da Europa e da África, como na Índia e na China. Nas escrituras védicas indianas, o carneiro é associado ao fogo e a montada da divindade Kuvera que zela pelo norte e pelos tesouros. Na China, o carneiro era a montada dos imortais, enquanto que na África negra é um deus da agricultura e símbolo da fecundidade familiar. Esta última simbologia é também encontrada na Europa.
Associado ao planeta Marte e ao Sol no Zodíaco, o Carneiro simboliza a elevação do Sol na sua passagem da estação fria para a estação quente. Primeiro signo do Zodíaco, representa o fogo inicial e a energia criadora na sua forma mais elementar e pura. É um signo masculino e positivo, viril e vital, de impulsos puros e primários, que corresponde a uma natureza poderosa e precipitada, tumultuosa e compulsiva, que quer viver cada momento de forma desenfreada, seguindo os instintos e as emoções mais fortes.

Como referenciar: carneiro (simbologia) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-27 18:52:29]. Disponível na Internet: