carpelo

Peças florais férteis, os carpelos são folhas modificadas em órgãos reprodutores femininos, produtores de óvulos. O conjunto de carpelos de uma flor (um ou mais) constitui o gineceu ou pistilo.
Na maioria das flores, o carpelo diferencia-se numa zona inferior. É constituído pelo ovário, que contém um ou mais óvulos, os quais, depois de fecundados, originam as sementes, numa zona intermédia, pelo estilete (por vezes ausente), uma estrutura mais ou menos alongada, que liga o estigma ao ovário, e, numa zona superior, pelo estigma, superfície recetora dos grãos de pólen.
Os carpelos de um gineceu podem ser livres (gineceu apocárpico) ou estar fundidos entre si (gineceu sincárpico). Quando fundidos, os carpelos podem partilhar o mesmo estigma e/ou o mesmo estilete e o ovário está, frequentemente, subdividido em vários lóculos. Nas plantas mais primitivas os carpelos de um gineceu são sempre livres, enquanto que nas angiospérmicas mais evoluídas estes estão, normalmente, fundidos entre si.
Como referenciar: carpelo in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-01-20 04:14:11]. Disponível na Internet: