Carrie Fisher

Atriz norte-americana, Carrie Frances Fisher nasceu a 21 de outubro de 1956, em Beverly Hills, Los Angeles, Califórnia. Filha dos atores Debbie Reynolds e Eddie Fisher, o seu pai divorciou-se da sua mãe, tinha Carrie três anos, para se casar com Elizabeth Taylor. Carrie conviveu com o mundo da sétima arte desde sempre e cresceu com a ideia de lhes seguir os passos. Aos 15 anos, deixou a escola para se focalizar no mundo do espetáculo, tendo no ano seguinte começado a dançar na Broadway. Mais tarde, voltou aos estudos, desta vez de representação, na Escola de Londres. A sua estreia no cinema aconteceu em 1975, com a comédia romântica Shampoo, um filme de Hal Ashby, com Warren Beatty, a que se seguiu o filme pelo qual ficaria eternamente conhecida: Star Wars (A Guerra das Estrelas, 1977). Nesta obra de ficção científica de George Lucas, Carrie, ao desempenhar o papel da corajosa Princesa Leia Organa, tornou-se imediatamente uma jovem estrela.
Teve depois algumas participações em filmes para televisão e voltou a representar a Princesa Leia em 1980, em Star Wars: Episode V - The Empires Strikes Back (O Império Contra-Ataca), ao lado de Mark Hamill e Harrison Ford, entre outros. Seguiram-se um pequeno papel em The Blues Brothers (O Dueto da Corda, 1980), de John Landis, e a comédia Under the Rainbow (1981). Em 1983, regressou a Star Wars: Episode VI - Return of the Jedi (O Regresso de Jedi). Por esta altura, casou-se com o cantor Paul Simon, mas essa relação acabaria por durar menos de um ano - Carrie começou, entretanto, a sofrer de dependência de álcool e drogas.
Em 1987, escreveu o primeiro romance, intitulado Postcards from the Edge, onde conta a sua experiência e a sua recuperação das drogas, adaptado posteriormente ao cinema por Mike Nichols, em 1989. Escreveu ainda mais quatro romances: Surrender the Pink (1991), Delusions of Grandma (1993), Hollywood Moms (2001) e The Best Awful There Is (2004).A sua carreira cinematográfica continuou com algumas incursões pela televisão e, em 1986, entrou em Hannah and Her Sisters (Ana e as Suas Irmãs), de Woody Allen. Em 1989, voltou à ribalta ao contracenar com Meg Ryan e Billy Crystal na comédia When Harry Met Sally (Um Amor Inevitável), no papel de Marie, a melhor amiga e confidente de Sally (Meg Ryan). Seguiram-se as comédias She's Back (A Morta Voltou, 1989), Sweet Revenge (Vingança em Paris, 1990) e Sibling Rivalry (Nunca Enganes o Teu Marido, 1990). Em 1991, fez Drop Dead Fred (A Culpa é do Fred) e Soapdish e, no ano seguinte, entrou em This Is My Life (Minha Mãe é um Problema!), de Nora Ephron. Nos anos posteriores, Carrie retirou-se do cinema para se dedicar à sua filha, nascida em 1992, Billie Catherine, e também para se dedicar à sua carreira de escritora.
Em 2000, voltou ao cinema com um pequeno papel em Scream 3 (Gritos 3), de Wes Craven. Seguiram-se Heartbreakers (Matadoras, 2001); Jay and Silent Bob Strike Back (2001); Charlie's Angels: Full Throttle (Os Anjos de Charlie: Potência Máxima, 2003) e Wonderland (Os Crimes de Wonderland, 2003).
Como referenciar: Carrie Fisher in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 14:47:39]. Disponível na Internet: