Cartum


Aspetos Geográficos
Capital do Sudão, Cartum situa-se na confluência dos rios Nilo Azul e Nilo Branco. É uma das capitais mais quentes do mundo, com temperaturas médias a ultrapassarem os 40 ºC no mês de junho. A cidade possui cerca de 920 000 habitantes (2005), mas a aglomeração que constitui em conjunto com Cartum Norte e Omdurman ultrapassa os 4 milhões de habitantes, tratando-se de uma conurbação conhecida como "Três Cidades".

História e Monumentos A cidade foi fundada em 1821 pelo egípcio Muhammad Ali, como local estratégico para as tropas egípcias no exterior. Cresceu, porém, como centro regional de comércio que incluía o comércio escravo. Em 1885, Cartum foi destruída pelo chefe religioso Mahdi após um cerco no qual foi morto o antigo governador do país. Em 1898, os britânicos, liderados por Lord Kitchener, derrotaram as tropas de Mahdi e reconstruíram a cidade, planeando o novo centro com o desenho da bandeira inglesa. Em 1956, tornou-se a capital do novo Sudão independente. No final do século XX, a cidade viveu bastante instabilidade e recebeu milhares de refugiados que fugiram de conflitos de países vizinhos como a Eritreia, a Etiópia e o Uganda; e também de conflitos no interior do próprio país. Entre os seus principais monumentos, destacam-se a Mesquita Farouk, o Túmulo do Sheik Hamad El Nid (expansionista muçulmano) e as Fortificações Mahdi (construídas no final do século XIX).

Aspetos Turísticos e Curiosidades
O centro da cidade fica entre os dois rios, num terreno que forma uma curva semelhante à tromba de um elefante, que é aliás o significado do nome da cidade. Existem diversos museus que abrangem áreas muito diversas: o Museu Nacional, o Museu Etnográfico, o Museu de História Natural, etc. Durante o verão, o Nilo encolhe o seu caudal, expondo pequenas ilhas ao longo do seu percurso que se tornam belas atrações naturais. Entre outros aspetos interessantes da cidade, para além dos belos exemplos da arquitetura colonial, destaca-se o Mercado de Camelos (em Omdurman) e os torneios de "wrestling", que constituem uma sólida tradição.

Economia
Centro financeiro do país, Cartum possui indústrias alimentares, de produtos farmacêuticos, couro e têxteis. Apesar de prejudicada por anos de conflitos, a economia encontra-se em franco crescimento e os projetos urbanísticos e económicos florescem. Derivados de petróleo são fabricados a norte da cidade, proporcionando emprego e combustível para a cidade. Possui também as principais universidades do país. É servida pelo aeroporto internacional de Cartum, sendo também um importante porto fluvial.
Como referenciar: Cartum in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 03:30:56]. Disponível na Internet: