Castela-La Mancha

Comunidade Autónoma da Espanha Central, Castela-La Mancha (ou Castilla-La Mancha, em espanhol) tem a sua capital na cidade de Toledo. É constituída pelas seguintes províncias: Albacete, Cidade Real, Cuenca, Guadalajara e Toledo. Faz fronteira com as seguintes Comunidades Autónomas: Castela e Leão a norte, Aragão a nordeste, Valência a este, Múrcia a sudeste, Andaluzia a sul, Estremadura a oeste, Madrid a noroeste.
Tem uma superfície de 79 463 km2. A sua população absoluta é de 2 480 369 habitantes, o que equivale a 5,9% da população total de Espanha, tendo uma densidade populacional de 26,32 habitantes por km2 (dados do Instituto Nacional de Estatística espanhol, 2006).
Situada no coração da Península Ibérica, existem nesta Comunidade Autónoma dois tipos de paisagem: a da planície e a da montanha (Montes de Toledo). O espaço geográfico corresponde às bacias hidrográficas dos cursos superiores e médios dos quatro rios mais importantes da Península: o Tejo e o Guadiana, que desaguam no oceano Atlântico, e o Jucar e Segura que pertencem à bacia mediterrânica. Na generalidade o clima é mediterrânico com várias feições que vão do semiárido ao húmido Os moinhos de vento e castelos medievais característicos de La Mancha ficaram imortalizados nas aventuras de D. Quixote, célebre obra de Cervantes.
Além de Toledo, cidade-museu que foi a capital da Espanha visigótica, são de referir as seguintes cidades: Cuenca, empoleirada sobre desfiladeiros, Villanueva de los Infantes, Chinchilla, Alcaraz e Almagro construídas entre os séculos XVI e XVIII, Ocaña e Tembleque, com as suas famosas Praças Maiores.
A região vitivinícola de La Mancha tem a maior extensão de vinhas do mundo.
Como referenciar: Castela-La Mancha in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-25 11:00:53]. Disponível na Internet: