Castelo de Osaka

O castelo de Osaka foi mandado erigir pelo chefe militar Toyotomi Hideyoshi no decorrer do século XVI, entre 1583 e 1598, para sua autopromoção e como forma de celebrar o triunfo total do militarismo sobre o poder religioso organizado, revelando simultaneamente os gostos pessoais do seu encomendador e os meios que este tinha ao seu dispor.
O general que construiu este castelo, no norte da cidade de Osaka, era um homem de origens humildes, que ficou célebre por ser o principal responsável pela unificação do território japonês durante o período Azuchi Momoyama.
A sua ascensão política e militar resultou do apoio de Nobunaga Oda, um poderoso senhor, que o aceitou como soldado do seu exército e depois o promoveu a seu íntimo colaborador. Pelo reconhecimento da sua competência e lealdade ascendeu ao cargo de regente imperial e na sequência da morte do seu líder tomou o seu lugar e empenhou-se na unificação do país.
Atualmente o castelo é fruto das obras de restauro ocorridas na década de 30, pois este simbólico exemplar da arquitetura civil japonesa foi incendiado cerca de 30 anos depois de ser construído. Para além do castelo, o visitante pode disfrutar de uma agradável paisagem natural, onde predominam as cerejeiras no parque que rodeia o edifício considerado pelos japoneses como o mais velho castelo da sua História.
Como referenciar: Castelo de Osaka in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-26 21:20:59]. Disponível na Internet: