Castelo de Windsor

Castelo inglês do século XI, muito alterado pelas sucessivas transformações. Contudo, a mota primitiva ainda dita o plano base desta construção. A sua reconstrução no século XII (1327-1377) deve-se ao rei Eduardo III, que o utilizou como sede da nova Ordem da Jarreteira, instituída em 1348. Esta foi uma das mais caras campanhas de construção alguma vez empreendidas por um rei inglês. Durante as obras, todos os pedreiros e carpinteiros do reino foram recrutados. A quantidade de mão de obra necessária era tal que quase ninguém conseguia arranjar um bom trabalhador para uma obra particular. Para acolher uma Ordem como a da Jarreteira era necessário um castelo muito grande, o que não existia em Inglaterra, daí a reconstrução nestes moldes. A sua capela caracteriza-se por uma grande simplicidade estrutural mas de grande decorativismo, incluindo-se numa corrente que lança as bases do estilo Tudor. Pela sua magnificência, Windsor acabou por se tornar mais um palácio do que um castelo.
Como referenciar: Porto Editora – Castelo de Windsor na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-21 09:26:21]. Disponível em