Celine Dion

Cantora pop canadiana nascida a 30 de março de 1968, na localidade de Charlemagne, no Quebec. Oriunda de uma família numerosa, com 13 irmãos, Celine tomou, desde muito cedo, contacto com a música, pois os seus pais dirigiam um bar-restaurante onde a família evidenciava os seus talentos musicais ao fim de semana. Celine começou a cantar aos 5 anos, levada pelo acordeão do pai e pelo violino da mãe. Aos 12 anos compôs a canção "Ce N'etait Qu'un Rêve", cuja gravação chegou às mãos de René Angelil, que imediatamente se tornou seu empresário musical. Os seus dois primeiros álbuns, gravados em 1981 e intitulados La Voix du Bon Dieu e Celine Chante Noel, fizeram dela um ídolo adolescente no Canadá francês. Em 1983, tornou-se no primeiro artista canadiano a obter um disco de ouro em França, com Les Chemins De Ma Maison.
Um dos momentos determinantes para a sua afirmação internacional foi a vitória no Festival Eurovisão da Canção, em 1988, em Dublin (Irlanda), com a canção "Ne Partez Pas San Moi", em representação da Suíça.
Em 1990 estreou-se a cantar em inglês com o álbum Unison, mas foi o dueto com Peabo Bryson em "Beauty And The Beast" (tema-título do filme de animação com o mesmo nome) que deu o verdadeiro impulso à sua carreira, proporcionando-lhe um grammy e um óscar da Academia. Seguiu-se Celine Dion (1992), o segundo trabalho em inglês, do qual fizeram parte os êxitos "Love Can Move Mountains", "Did You Give Enough Love", "If You Asked Me To" e "Water From The Moon".
O ano de 1993 viu sair The Colour Of My Love, que incluiu temas como "Think Twice", "When I Fall In Love", "Because You Loved Me" e "The Power Of Love", um original cantado por Jennifer Rush em 1985.
Em 1994, Celine e René casaram, na Basílica de Notre-Dame, em Toronto, o que foi considerado um dos acontecimentos do ano no Canadá. No mesmo ano Celine lançou o registo ao vivo A L'Olympia e regressou às gravações em língua francesa com D'eux.
1996 foi um grande ano para Celine Dion. Cantou "The Power Of A Dream", na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Atalanta, e o álbum Falling Into You proporcionou-lhe grammies nas categorias de Álbum do Ano e Melhor Álbum Pop. Mas a ascensão da cantora não ficou por aqui. No ano seguinte, gravou My Heart Will Go On, o tema principal da banda sonora do filme Titanic. O tema venceu o Óscar para Melhor Canção Original.
Em 1997 foi editado Let's Talk About Love, álbum que incluiu participações de vários artistas consagrados como Barbra Streisand ("Tell Him"), Luciano Pavarotti ("I Hate You Then I Love You"), The Bee Gees ("Immortality") e Bryan Adams ("Let's Talk About Love").
Em abril de 1998 surgiu no espetáculo Divas Live, produzido pela estação televisiva VH1, ao lado de Mariah Carey, Gloria Estefan, Aretha Franklin e Shania Twain. Em setembro editou o seu quarto álbum em língua francesa, intitulado S'il Suffisait D'aimer, logo seguido, em novembro, de outro longa-duração, These Are Special Times, inspirado na quadra natalícia. Este trabalho contou com a participação do tenor Andrea Bocelli no tema "The Prayer".
Seguiu-se uma fase de retiro da cantora, a que não foi estranha a doença do foro cancerígeno detetada no marido. Enquanto o marido recuperava, Celine redefiniu as prioridades da sua vida, colocando um pouco de parte a sua faceta artística e centrando a sua atenção na família, decidindo dedicar mais tempo ao marido e ser mãe. Isso veio a acontecer em janeiro de 2001. Durante este hiato artístico da cantora, foi editado The Collectors Series Vol. 1 (2000), contendo algumas canções de amor e a versão espanhola do hit "All By Myself".
O muito esperado regresso de Celine Dion aconteceu em março de 2002, quando o disco A New Day Has Come entrou diretamente para o número 1 em 17 países, acompanhado por uma massiva campanha de publicidade. Ainda no decorrer desse ano, a cantora aceitou um desafio arrojado, uma gigantesca série de atuações inseridas num grandioso espetáculo multimédia a ter lugar no mítico Caesars Palace, em Las Vegas. O contrato tinha a validade de três anos, 600 concertos, cinco noites por semana. A associação à marca de automóveis DaimlerChrysler como patrocinadora do grande evento garantiu mais alguns milhões à cantora pela participação em anúncios publicitários. Os anúncios da DaimlerChrysler debutaram em simultâneo com o primeiro álbum da cantora em dois anos, o disco One Heart. (2003). A série de atuações em Las Vegas teve início a 25 de março de 2003. Ainda nesse ano, a cantora voltou às edições em francês, com 1 Fille & 4 Types.
Como referenciar: Celine Dion in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-01 12:07:14]. Disponível na Internet: