célula-guarda

Cada uma das duas células epidérmicas, também conhecidas por células labiais estomáticas ou ostiolares, geralmente com forma de rim, que fazem parte do complexo estomático.
As células-guarda dispõem-se no estoma com as concavidades voltadas uma para a outra, de forma a delimitar o ostíolo. Estas células são estruturalmente diferentes das outras células epidérmicas. A zona da parede celular que rodeia a abertura do estoma é geralmente mais espessa que a zona que se encontra em contacto com as outras células da epiderme. As zonas de maior espessura têm menor elasticidade que as zonas mais espessas.
Esta característica possibilita o fecho ou abertura do estoma em função do seu grau de turgescência. A elevação do grau de turgescência das células-guarda conduz à abertura do estoma. Quando a pressão de turgescência diminui nas células estomáticas, o estoma fecha.
As células-guarda, ao contrário das restantes células epidérmicas, possuem cloroplastos.
Como referenciar: célula-guarda in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-18 15:10:54]. Disponível na Internet: