Charcot

Professor e clínico francês, Jean-Martin Charcot, nascido em Paris em 1825, licenciou-se em Medicina e foi professor durante mais de três décadas na Universidade de Paris. Em 1962 associou-se ao hospital parisiense de Salpêtrière e vinte anos mais tarde, em 1882, foi um dos fundadores da mais avançada clínica neurológica da Europa.
Charcot ficou conhecido como sendo um dos maiores e mais importantes professores e clínicos franceses. A fama que adquiriu deve-se sobretudo ao trabalho que desenvolveu durante mais de três décadas no Hospital de Salpêtrière. O prestígio de Charcot como professor de medicina atravessou as fronteiras da Europa e atraiu alunos de todas as partes do mundo. Alfred Binet, Pierre Janet e Sigmund Freud foram apenas alguns dos inúmeros médicos que assistiram às suas aulas. Naquele hospital Charcot empreendeu um aprofundado estudo clínico da histeria, utilizando os mais rigorosos métodos de observação e experiência da época. Charcot defendia que a histeria resultava duma fraqueza hereditária do sistema neurológico e que esta doença podia ser desencadeada por diversos motivos. Para realizar as suas investigações, Charcot tornou-se mestre na hipnose, induzindo nos seus pacientes, através da sugestão, sintomas que se assemelhavam aos da histeria, tais como paralisias e reações histéricas. Neste sentido, Charcot não pretendeu curar a histeria mas sim estudar os seus sintomas e compreender as causas desta e de outras doenças como, por exemplo, a neurose.
As investigações levadas a cabo por Charcot revelaram que nem todas as doenças tinham a sua origem numa causa orgânica e permitiram que outros investigadores, tais como Freud, pudessem desenvolver novas hipóteses e compreender que muitas doenças podiam ser produzidas por causas psíquicas. Deste modo, sem deixar de se manter fiel a uma abordagem orgânica, Charcot fez a ponte entre as várias ideias do seu tempo e contribuiu para que se fizessem avanços notáveis na área da Psicologia.
Apesar do seu nome estar normalmente relacionado com o hipnotismo, o estudo da histeria e a origem da psicanálise, Charcot foi ainda um dos fundadores da Neurologia moderna e um dos mais importantes investigadores desta área. Morreu em Morvan em agosto de 1893.
Como referenciar: Charcot in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 03:10:04]. Disponível na Internet: