Charles Aznavour

Cantor, compositor e ator francês nascido em 1924, em Paris, morreu a 1 de outubro de 2018.

Descendente de família arménia de origem humilde, já aos nove anos atuava como dançarino nas ruas e pequenos teatros da capital francesa. Aos 12 anos, fez a sua estreia cinematográfica como figurante em La Guerre des Gosses (1936).

Após ter combatido ao lado da Resistência Francesa durante a ocupação nazi, começou a afirmar-se internamente como cantor romântico, protagonizando sucessos como La Mamma, Et Pourtant e Que C'Est Triste Venice, para além da opereta Monsieur Carnaval (1965).

Aliado ao seu estatuto de vedeta musical, começou a marcar presença assídua em filmes. O mais célebre foi o policial negro de François Truffaut Tirez Sur le Pianist (1960). Da meia centena de filmes que protagonizou, destacam-se ainda Les Quatre Vérités (As Quatro Verdades, 1962), Les Vierges (As Virgens, 1963), Candy (1968), Le Temps des Loups (1969), Der Zauberberg (A Montanha Mágica, 1982), Une Jeuness (1983), Il Maestro (1989), Le Comédien (1997), Laguna (2001) e Ararat (2002), para além de numerosos telefilmes.



Como referenciar: Charles Aznavour in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-09 15:41:34]. Disponível na Internet: