Charles Bukowski

Escritor norte-americano, Henry Charles Bukowski, Jr. nasceu a 16 de agosto de 1920, em Andernach, na Alemanha. Filho de um soldado americano e de uma alemã, acompanhou a família quando esta se mudou para Los Angeles, nos Estados Unidos da América, em 1922.
Confrontado com o árduo panorama da Depressão norte-americana, o pai assumiu um comportamento violento, espancando-o. Charles Bukowski terá começado a beber muito cedo em consequência dos maus tratos infligidos pelo pai. Sofrendo também de acne acentuado, Bukowski dedicou-se à leitura.
Após ter concluído os seus estudos secundários em Los Angeles, Bukowski ingressou no Los Angeles City College, onde permaneceu um ano, estudando Jornalismo e Literatura. Em 1941 o seu pai vasculhou os seus escritos e, talvez confrontado com a sua própria imagem e os seus feitos, decidiu expulsar Bukowski de casa, atirando com todos os seus pertences para o quintal. Bukowski passou então a levar uma vida de vagabundagem e alcoolismo. Viajando através dos Estados Unidos da América, teve que ganhar a vida em trabalhos precários, tendo sido gasolineiro, ascensorista, condutor e supervisor numa fábrica de biscoitos para cão.
Em 1944 conseguiu publicar o seu conto 'Aftermath of a Lenghty Rejection Slip' na revista Story. Em 1952 Bukowski começou a trabalhar nos correios, mas teve que abandonar o serviço ao fim de três anos, em consequência do rebentamento de uma úlcera no estômago, causada pelo consumo excessivo de álcool, e que o deixou às portas da morte.
Casou depois com Barbara Frye, a abastada editora de uma pequena revista de poesia, na qual passou a publicar os poemas que o marido começou a escrever a partir de 1955. O casamento durou apenas dois anos, pelo que Bukowski regressou aos correios, onde permaneceria de 1958 até 1970.
Publicou a sua primeira coletânea em 1959, com o título Flower, Fist and Bestial Wail, numa edição limitada a apenas duzentos exemplares. Seguiram-se-lhe Longshot Poems For Broke Players, Poems and Drawings e Run With The Hunted, todos eles aparecidos em 1962, e outros quatro volumes de poesia, até que Bukowski se estreasse na prosa, com a publicação de All Assholes In The World And Mine, em 1966.
Em 1970 foi-lhe oferecido um salário de cerca de cem dólares por mês para escrever a tempo inteiro, proposta que aceitou, abandonando o seu emprego nos correios. No ano seguinte publicou Post Office (1971), romance em que Henry Chinaski, personagem identificado com o próprio autor, tenta contornar a monotonia que os trabalhos enquadrados podem trazer à vida.
Amigo pessoal de Raymond Carver, Bukowski viveu a fase final da sua vida em completo desafogo económico, o que suscitou insinuações de que se teria aburguesado, renegado o mundo da pobreza absurda que descreve na sua obra.
Faleceu em Los Angeles, vítima de leucemia, a 9 de março de 1994.

Como referenciar: Charles Bukowski in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 11:05:43]. Disponível na Internet: