Charles Coulomb

Físico francês, Charles Augustin de Coulomb, nascido em 1736 e falecido em 1806, ficou célebre pelas suas descobertas nos campos da eletricidade e do magnetismo. Coulomb, utilizando a balança de torção que ele próprio inventou, confirmou experimentalmente a hipótese de Priestley, segundo a qual a força de interação entre duas cargas elétricas é inversamente proporcional ao quadrado das suas distâncias. Como não existia qualquer método para medir a quantidade de carga de um objeto, Coulomb, utilizando uma técnica engenhosa, baseada no princípio de simetria, comparou os efeitos produzidos pelas diferentes quantidades de carga, conseguindo, assim, demonstrar que o módulo da força elétrica depende do valor absoluto das cargas.
Coulomb estabeleceu, também, as leis quantitativas que regem as interações entre polos magnéticos, leis formalmente idênticas às leis quantitativas da eletrostática. Apesar do paralelismo destas leis, o eletromagnetismo e a eletricidade existiam como ciências separadas. Só com Oersted, em 1820, é que elas se fundiram numa nova ciência - o eletromagnetismo. Em sua honra, a unidade de carga elétrica chama-se coulomb.
As contribuições de Coulomb nos campos da eletricidade e do magnetismo fizeram com que estas áreas fossem consideradas como fazendo parte das ciências exatas e não da filosofia, como acontecia até aí.
Como referenciar: Charles Coulomb in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-17 00:31:49]. Disponível na Internet: