Christopher Nolan

Realizador e argumentista inglês, de seu nome completo Christopher Jonathan James Nolan, nasceu a 30 de julho de 1970, em Londres.
Filho de pai inglês e mãe americana, começou a fazer filmes de guerra aos sete anos, juntamente com o seu irmão, usando a câmara super 8 do seu pai.
Estudou literatura inglesa na Universidade de Londres ao mesmo tempo que começava a fazer filmes na sociedade de cinema da faculdade. Em 1996, a sua curta-metragem Larceny foi passada no Festival de Cinema de Cambridge e no ano seguinte realizou e escreveu o argumento da surreal curta-metragem de três minutos Doodlebug.
A sua primeira longa-metragem surgiu em 1998, Following, um thriller misterioso filmado a preto e branco e de baixo orçamento, que lhe valeu vários prémios incluindo o do Festival Internacional de Cinema de Roterdão.
O sucesso deste filme permitiu a Nolan realizar o seu filme seguinte e assinar o argumento baseado no conto do seu irmão Jonathan, Memento (2000), um thriller psicológico com Guy Pearce e Carrie-Anne Moss nos principais papéis, que conta a história de um homem que sofre de amnésia e não consegue conservar nenhuma recordação mais do que alguns minutos. Assim, necessita de escrever as suas memórias de cada instante em post-its ou no seu próprio corpo para descobrir quem matou a sua mulher. Apresenta a peculiaridade da história ser contada do fim para o princípio, numa construção engenhosa assente numa sucessão de flashbacks. Nolan foi nomeado para o Óscar de Melhor Argumento Original e para Melhor Montagem. Memento, entusiasticamente aclamado tanto pela crítica como pelo público, tornou-se o filme independente de maior sucesso nos Estados Unidos.
Em 2002, realizou Insomnia (Insónia), protagonizado por Al Pacino, Robin Williams e Hilary Swank, a história de um homicídio de uma jovem de 17 anos. A polícia local vê-se impotente para desvendar o mistério e pede ajuda a dois detetives de Los Angeles. Contudo, a investigação decorre nos meses do Alasca em que o Sol brilha todo o dia e, por isso, Dormer não consegue dormir e, confuso, acaba por matar acidentalmente o seu colega.
Em 2008, Nolan realizou e co-escreveu The Dark Knight (O Cavaleiro das Trevas), a adaptação ao cinema da personagem da Banda Desenhada, Batman, e a sequela do filme Batman Begins (Batman, o Início), também da sua autoria. O filme conseguiu juntar os elogios do público e da crítica e obteve oito nomeações para os Óscares de 2008. Heath Ledger foi conndecorado postumamente com o Óscar de Melhor Ator Secundário, pela sua interpretação do vilão Joker.
Como referenciar: Christopher Nolan in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 16:32:50]. Disponível na Internet: