Christopher Wren

Christopher Wren, nascido a 20 de outubro de 1632, no Sudoeste de Inglaterra, e falecido em 1723, poderia ter-se tornado famoso em vários campos do pensamento mas foi quase por acaso que se tornou o maior arquiteto inglês.
Interessou-se desde cedo por matemática e ciência. Frequentou Oxford e aos trinta anos era professor de astronomia nesta universidade, tendo lecionado de 1661 a 1673. Já famoso como cientista e matemático, começou a carreira de arquiteto aos vinte e nove anos, embora não se considerasse um arquiteto profissional. Foi responsável pela construção da capela do Colégio Pembroke (1665), em Cambridge, e pelo teatro Sheldonian (1669), em Oxford. Estudou a arquitetura barroca francesa durante uma viagem a Paris em 1665. Trabalhou nos planos de reconstrução da Catedral de S. Paulo, de Londres, até que em 1666 um incêndio a destruiu por completo, assim como parte da cidade. Wren desenhou os projetos da Catedral mas só em 1675 se iniciaram os trabalhos de construção que duraram até 1710. Fez igualmente os projetos de meia centena de igrejas. Entre os edifícios seculares ainda existentes, destacam-se a nova ala de Hampton Court, a biblioteca de Trinity College e o Hospital de Greenwich, atualmente o Colégio Real Naval. Foi armado Cavaleiro em 1673.
Como referenciar: Porto Editora – Christopher Wren na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-28 19:55:00]. Disponível em