ciclo do fósforo

O ciclo do fósforo é representativo de todos os ciclos de nutrientes minerais que tenham origem em rochas ou minerais.
O fósforo existe em várias rochas e minerais sob a forma de ião fosfato. À medida que a rocha é erodida, o fosfato e outros iões são libertados. Os iões fosfato dissolvem-se na água, mas não vão para a atmosfera. As plantas absorvem o fosfato do solo ou das soluções aquosas. Quando o fosfato se liga a compostos orgânicos, é denominado fosfato orgânico. Através das cadeias alimentares, o fosfato orgânico é transferido dos produtores para os restantes seres vivos do ecossistema. Os compostos orgânicos contendo fosfato podem ser decompostos na respiração celular, libertando fosfato inorgânico na urina ou noutras excreções. Este fosfato pode ser reabsorvido pelas plantas, iniciando novo ciclo.
A concentração de fósforo, cujo ciclo não tem uma fase gasosa, não se mantém no meio ambiente. Só pode ser reciclado a partir das excreções que o contenham e sejam depositadas no solo. Pelo esgotamento das reservas, que acabam por se depositar irreversivelmente no fundo dos oceanos, o ciclo do fósforo pode constituir um problema grave para as gerações futuras.
Como referenciar: Porto Editora – ciclo do fósforo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-22 17:38:54]. Disponível em