Claude Sautet

Argumentista e realizador francês nasceu a 23 de fevereiro de 1924, em Montrouge, Hauts-de Seine, e faleceu a 22 de junho de 2000, em Paris, vitimado por um cancro no fígado. Exerceu a sua carreira sobretudo como argumentista (24 filmes) e realizador (15 filmes), dos quais se salientam como argumentista e realizador Nelly & Monsieur Arnaud (1995), Un Coeur en Hiver (1992), Quelques Jours Avec Moi (1998), Garçon (1983), Un Mauvais Fils (1980), Une Histoire Simple (1978), Mado (1976), César et Rosalie (1972) e Les Choses de la Vie (1969). Como argumentista é autor de Mon Ami le Traître (1988), Borsalino (1970), Les Yeux Sans Visage (1959) e Le Fauve est Lâché (1959). Na realização assinou ainda Bonjour Sourire (1955) e Nous n'irons plus au bois (1951). Das suas muitas nomeações para prémios salientam-se as da Academia Britânica, em 1997, por Nelly & Monsieur Arnaud (Melhor Filme de Língua Estrangeira) e, em 1994, por Un Coeur En Hiver (Melhor Filme de Língua Estrangeira) e para a Palma de Ouro do Festival de Cannes, em 1970, por Les Choses de La Vie. Entre os prémios obtidos contam-se dois Césares em 1996 e 1993, respetivamente, por Nelly & Monsieur Arnaud e por Un Coeur En Hiver.
Como referenciar: Porto Editora – Claude Sautet na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-02 13:42:47]. Disponível em