Clemente III (antipapa)

Antipapa italiano, o seu nome era Guiberto, e mantinha relações de amizade com Hildebrando (Gregório VII) desde tenra idade, sendo bispo de Ravena e familiar dos margraves da localidade de Canossa.
Foi eleito papa, a 24 de março de 1084, quando o imperador Henrique IV invadiu a cidade de Roma e expulsou o papa Gregório VII, que tinha sido destituído num sínodo realizado por partidários imperiais em junho de 1080.
O primeiro ato de Clemente III enquanto pontífice de Roma foi coroar Henrique IV, em sinal de soberania. Ocuparia o trono de São Pedro até à entrada dos normandos em Roma, tendo-se apenas retirado para a sua sede de Ravena em 1089, quando o papa Urbano II o expulsou. Clemente III conseguiu ainda ocupar a sede pontifícia durante uns meses de 1092, enquanto o imperador Henrique IV ocupou a cidade e Urbano II se viu obrigado a fugir.
Foi em Ravena onde acabou por falecer, no dia 8 de setembro de 1100.
Foi posteriormente excomungado no sínodo de Quedlimburgo (Saxónia).
Como referenciar: Clemente III (antipapa) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-26 13:50:59]. Disponível na Internet: