Clemente XII

Papa italiano, filho dos mercadores Isabel Strozzi e Bartolomeu Corsini, Lourenço Corsini nasceu em Florença a 7 de abril de 1652. Estudou no colégio jesuíta desta cidade e posteriormente no de Roma. Doutorou-se em Direito Civil e Canónico em Pisa, foi regente da Chancelaria, clérigo da Câmara apostólica, prefeito do tribunal da Signatura da graça, arcebispo de Nicomédia, núncio papal em Viena, tesoureiro e coletor geral da Câmara apostólica, chefe da administração financeira da Sé romana, cardeal presbítero de Santa Sabina (a partir de 1706), camerlengo do Colégio Cardinalício e cardeal bispo de Frascati em 1725.
Sendo já de uma avançada idade na altura da sua eleição, a 12 de julho de 1730, atingindo-o a cegueira em 1732, foi o seu sobrinho, o cardeal Neri Corsini, quem conduziu o governo em muitos aspetos.
Assim que Clemente XII ocupou o trono pontifício, tomou imediatamente a providência de exonerar o ambicioso cardeal Nicolau Coscia (que tinha sido protegido do papa Bento XIII) dos seus postos, privilégios e rendas, uma vez que este tinha fugido para Nápoles quando foi chamado a Roma para prestar contas dos seus atos. Ameaçado com a excomunhão, voltou por fim a Roma e iniciou-se o julgamento, tendo em 1733 sido condenado a dez anos de prisão no Castel Sant'Angelo. Foi igualmente reavaliada a concordata assinada por Bento XIII com o rei Vítor Amadeu da Sardenha e que concedia a este último o direito de apresentação dos diversos postos eclesiásticos no seu reino. Concluiu-se que aqueles que tinham negociado em nome do papa tinham sido subornados, pelo que o documento foi declarado nulo pela comissão de avaliação, algo que obviamente o soberano não aceitou. Contudo, não se deu nenhuma rutura drástica entre as duas potências.
O seu papado terminou a 8 de fevereiro de 1740.
Grande mecenas, encomendou a Fontana di Trevi a Nicolau Salvi e mandou erigir o palácio da Consulta no Quirinal para albergar o tribunal da Sede romana, assim como a capela de São André Corsini em São João de Latrão, onde foi sepultado.
Como referenciar: Clemente XII in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-05-31 23:12:06]. Disponível na Internet: