clip

O clip é um objeto em arame dobrado que serve para anexar uns papéis a outros. A sua patente foi registada nos Estados Unidos da América, em 1867, por Samuel B. Fay. No registo, apesar de vir especificado que o clip servia para anexar etiquetas à roupa, também previa a sua utilização para prender papéis. Em 1877, foi registada a patente de um segundo clip, este essencialmente destinado a juntar jornais. Entretanto, especialmente na década de 90 do século XIX, foram surgindo no mercado diversos tipos de clips e, em 1897, foram registadas patentes de uma série deles.
A invenção do clip também foi atribuída ao norueguês Johan Vaaler, que registou a patente do objeto em 1899, na Alemanha, porque no seu país não havia uma lei de patentes. Contudo, Vaaler nunca chegou a fazer nada com a sua patente.
A partir de 1899, o clip foi anunciado, sob diferentes denominações, como um objeto destinado a unir papéis. Estes objetos de arame começaram nesta época a ser muito populares e eram usados frequentemente em escritórios, substituindo os alfinetes que pregavam as folhas de papel. Serviam, também, para substituir costuras e alfinetes.
Os formatos dos clips eram variados porque os fabricantes, para contornarem o facto de estarem registados, tinham de recorrer a outro design. Para além disso, as formas variavam conforme a utilização do clip. Em finais do século XIX, surgiram uns clips que não eram em arame, mas sim uma espécie de folha metálica, onde se encaixavam os papéis.
O clip só nesta altura se desenvolveu porque até então, última metade do século XIX, o arame era uma novidade e por isso produzido a uma escala reduzida. Só quando começou a ser produzido em grandes quantidades e quando surgiu maquinaria capaz de dobrar arame em condições é que o clip começou a invadir o mercado.
Assim, ao longo de todo o século XX, foram surgindo vários tipos de clips, muitas vezes desenhados de modos diferentes puramente por razões comerciais. Para além da forma, também surgiram os clips coloridos, o que era feito através do recurso a uma pequena e fina capa plástica para revestir o arame.
O clip tornou-se um objeto comum e adquiriu um simbolismo especial durante a Segunda Guerra Mundial. Os noruegueses, que consideram Vaaler o verdadeiro inventor do objeto, fizeram do clip um símbolo de união nacional contra os invasores nazis. Como não podiam usar botões com o símbolo da casa real instituíram o clip como substituto.
Como referenciar: clip in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-15 08:15:39]. Disponível na Internet: