cnidário

O filo dos cnidários é um grupo com mais de 9000 espécies. O seu nome deriva de células denominadas cnidócitos, que contém organelos denominados nematocistos, característica do filo.
A maioria vive nos oceanos, mas algumas espécies, como, por exemplo, a hidra, vivem na água doce.
A forma adulta apresenta simetria radiada e o seu corpo pode apresentar a forma de um tubo, denominando-se pólipo, ou de chapéu de chuva, sino ou umbela, denominada medusa. Algumas espécies apresentam estas duas formas em diferentes fases do seu ciclo biológico. O pólipo é uma forma que geralmente vive fixa e a medusa flutua livremente na água. Apesar de diferentes na aparência, a medusa é basicamente um pólipo em posição invertida. Independentemente da forma, o corpo dos cnidários é fundamentalmente uma estrutura com uma só abertura que dá acesso a uma cavidade gastrovascular que se prolonga para o interior de tentáculos que se dispõem, no pólipo, em círculo em volta da boca e na medusa na margem da umbela.
Em algumas espécies que apresentam a forma de pólipo, a cavidade gastrovascular está dividida em compartimentos devido à existência de septos longitudinais incompletos.
É comum considerar o filo dos cnidários dividido em quatro classes: Hidrozoa (a mais variada, inclui hidras, corais, medusa, etc.), Scyphozoa (verdadeiras medusas), Cubozoa (certos tipos de medusas) e Anthozoa (anémonas, etc.).
Como referenciar: Porto Editora – cnidário na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-20 01:12:18]. Disponível em