Cold Mountain

Épico romântico norte-americano escrito e realizado em 2003 por Anthony Minghella, adaptando o romance homónimo de Charles Frazier publicado em 1997. O livro - e o filme - conta a história do regresso aos braços da amada de um soldado nos últimos dias da Guerra Civil Americana, tendo sido baseado em histórias familiares que o trisavô do autor deixara. O elenco é de luxo: Jude Law, Nicole Kidman, Renée Zellwegger, Donald Sutherland, Brendan Gleeson, Philip Seymour Hoffman e Natalie Portman, entre outros.
A narrativa inicia-se em dois lapsos temporais: uma conta a história de Inman (Jude Law) em combate numa trágica e espetacular cena de batalha, a outra mostra a forma como ele conheceu Ada (Nicole Kidman). Depois de sofrer ferimentos quase fatais, Inman torna-se desertor e enceta o regresso a casa em Cold Mountain, na Carolina do Norte, para junto da sua amada Ada. Nessa altura, Ada e os habitantes de Cold Mountain têm de enfrentar a autoproclamada força da lei personificada por Teague (Ray Winstone). Depois de perder o pai, Ada vê-se forçada a dirigir a sua quinta sozinha, coisa que não consegue. Aí entra em cena Ruby Thewes (Renée Zellwegger), uma camponesa rude que vai ajudar Ada a tomar conta da quinta e em outros assuntos - e que é responsável pelas cenas mais divertidas do filme. Se a vida de Ada não se revela fácil, o mesmo acontece com a viagem de Inman - tem de fugir dos caçadores de desertores e vai encontrando escravos, bruxas e inimigos inesperados. À medida que vão ficando cada vez mais perto, Inman e Ada vão corporizando uma história sobre o almejado lar após a ausência prolongada, a almejada paz após a guerra e o almejado amor após o caos.
Com soberbos valores de produção - que junta praticamente a mesma equipa que tinha trabalhado com o realizador no oscarizado The English Patient (O Paciente Inglês, 1996) -, de que se destacam a direção artística e fotográfica, o filme destila beleza no retrato da mais sangrenta batalha à mais pitoresca localidade. Foi filmado na Transilvânia, Roménia, onde foram encontradas as paisagens mais parecidas com a Carolina do Norte do século XIX. Também a banda sonora é de elevada qualidade, juntando diversas colaborações musicais à partitura original de Gabriel Yared.
Cold Mountain abriu o Festival de Berlim de 2003 e venceu o Óscar de Melhor Atriz Secundária (Renée Zellwegger), tendo obtido seis outras nomeações: Melhor Ator Principal (Jude Law), Fotografia (John Seale), Montagem (Walter Murch), Banda Sonora (Gabriel Yared) e Canção Original (duas, neste caso, "Scarlet Tide" de T-Bone Burnett e Elvis Costello e "You Will Be My Ain True Love" de Sting). Teve ainda oito nomeações para os Globos de Ouro, tendo ganho apenas o referente à Melhor Atriz Secundária.
Como referenciar: Cold Mountain in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 03:13:52]. Disponível na Internet: