Colubrídeos

Família dos répteis, da ordem dos ofídios ou escamosos, constituídos por cerca de duas mil espécies. São Colubrídeos as serpentes, crótalos, cobras e víboras e apresentam uma grande capacidade de adaptação permitindo a sua distribuição por todos os biótipos possíveis das zonas temperadas e quentes do mundo. Possuem habitualmente numerosos dentes inclinados para trás e dois dentes ou colmilhos inoculadores de veneno situados na posição dianteira ou recuada da maxila superior. Algumas espécies não possuem colmilhos inoculadores de veneno. O seu comprimento varia entre os vinte e cinco centímetros e os três metros e setenta. O pulmão esquerdo dos Colubrídeos é muito pequeno ou não existe.
Conhecem-se espécies terrestres, diurnas ou noturnas, espécies arborícolas, espécies aquáticas e espécies fossadoras. O regime alimentar está relacionado com o tamanho da espécie e é constituído essencialmente por invertebrados, como artrópodes, para as espécies mais pequenas, vertebrados diversos como peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos para as restantes espécies.
Algumas espécies de colubrídeos são ovovivíparos e o maior número de espécies é ovípara.
São exemplo de Colubrídeos a bamba-bamba, cobra-verde-da-savana-africana, cuja mordedura pode ser fatal para os humanos, a cobra de ferradura, a cobra-lisa-bordalesa, a cobra-rateira, a cobra-de-água-de-colar, a cobra-de-água-viperina, a víbora, etc.
Como referenciar: Colubrídeos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 15:05:53]. Disponível na Internet: