Comédia de Rubena

Peça de Gil Vicente, de 1521, representada ao rei D. João III em 1521.

Personagens:
1.ª cena - Rubena, Benita (criada), Parteira, Feiticeira, Legião, Plutão, Draguinho e Caroto (diabos). 2.ª cena - Feiticeira, Draguinho, Caroto, Legião, Plutão, Ama de Cismena, Ledera e Minea (fadas),
Cismena, Joane, Pedrinho e Afonsinho (pastorinhos).
3.ª cena - Cismena, Clita (criada), uma beata, Brísida, Sequeira, Andresa, Felícia, Serrana, Oribella, Amália, Felício, Dario Ledo, Castro Liberal, Affonso (criado) e Príncipe, irmão de Felício.

Argumento: Embora o título inclua o nome "Rubena", é a história de sua filha, Cismena, que é dramatizada nesta peça.
A primeira cena aborda o nascimento de Cismena. Rubena é levada por quatro diabos para a montanha, uma vez que, sendo a criança ilegítima, o parto deveria ser mantido secreto.
A segunda cena, passada em Creta, dramatiza a infância de Cismena. Graças à proteção das fadas, a pastora Cismena escapa de todo o tipo de perigos. Finalmente, é adotada por uma dama muito rica.
Na terceira cena a madrasta de Cismena morre deixando-lhe uma grande fortuna. A pastora casa então com um príncipe que tinha surgido disfarçado de pajem, tornando-se princesa. Desde o nascimento de Cismena até ao seu casamento decorrem 16 anos.
Como referenciar: Comédia de Rubena in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 22:23:23]. Disponível na Internet: