Commedia dell'arte

Também chamada comédia histriónica, de máscaras ou italiana, é uma comédia popular que floresceu na Itália de meados do século XVI ao início do século XIX, tendo-se alargado a outros países da Europa.
Os histriões recorriam ao uso de máscaras para caracterizarem os diversos tipos fixos de personagens e cada ator especializava-se numa personagem. Arlequim, Pedrolino (Pierrot), Polichinelo, Pantaleão, o capitão fanfarrão e o doutor contavam-se entre as principais figuras masculinas. Colombina, Isabella, Flaminia e Silvia eram as femininas.
A originalidade da commedia dell'arte residia no espaço dado à criatividade do ator, que improvisava o diálogo e lançava mão dos mais variados recursos representativos, embora dentro de um esquema de enredo e de cenário praticamente constantes. Este tipo de comédia muito popular veio a influenciar o circo, o bailado e muito do teatro moderno.
Como referenciar: Commedia dell'arte in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-20 10:30:21]. Disponível na Internet: