comunicação de crise

Resposta comunicacional da empresa a uma situação crítica, de grande ou de pequena dimensão, ou a um desastre que coloca em risco o seu funcionamento institucional.
As crises podem ser previsíveis ou imprevisíveis: os despedimentos contam-se entre as primeiras; sismos, incêndios, sabotagens e difamações inserem-se nas segundas. A empresa deve estar sempre preparada para reagir pela comunicação a qualquer emergência: através de um Plano de Comunicação Preventivo ou planeamento estratégico, às crises previsíveis, e através de um Plano de Comunicação Combativa ou curativa, às crises imprevisíveis. O importante é detetar, analisar e resolver qualquer situação crítica, por mais pequena que seja.
Uma gestão de crise apela à existência de instrumentos indispensáveis que são uma equipa, um gabinete, um manual e um programa.

Como referenciar: Porto Editora – comunicação de crise na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-03 08:20:22]. Disponível em