condensador de Liebig

O condensador de Liebig ou condensador simples é um instrumento laboratorial constituído por um tubo de vidro de forma cilíndrica no interior do qual se encontra outro tubo de vidro de menor diâmetro. Este condensador deve o seu nome ao químico alemão Justus von Liebig (1803-1873), que foi o primeiro a introduzir, na formação universitária dos químicos, o trabalho prático de laboratório.
Os condensadores são instrumentos que têm aplicação exclusiva na destilação e têm como função condensar (passagem do estado gasoso ao estado líquido) os vapores obtidos na destilação.
Tal como o condensador de serpentina, o condensador de Liebig também possui dois tubos de vidro laterais: um para a entrada de água fria e outro para a saída de água (sai quente).
O mecanismo de funcionamento é semelhante ao do condensador de serpentina com a exceção de que a serpentina é substituída por um tubo cilíndrico.
Os condensadores de Liebig são mais utilizados em destilações em que o líquido entra em ebulição muito rapidamente e produz grandes quantidades de vapor, não havendo necessidade de percorrer a serpentina para condensar (percorre o tubo cilíndrico reto).
Como referenciar: Porto Editora – condensador de Liebig na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-28 18:15:22]. Disponível em