cónegos regrantes

Chamam-se cónegos regrantes os clérigos que faziam os seus votos religiosos, viviam em comunidade e faziam voto de pobreza. Chamaram-se regrantes por seguirem a regra instituída por Santo Agostinho e assim distinguirem-se de outros clérigos autóctones.
Em 1131, foi fundado o Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, tendo os seus membros, em 1134, aderido à regra agostiniana, de acordo com o modelo da organização de S. Rufo de Avinhão. Passou, então, a congregação a designar-se dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho.
É no Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra que ingressa Santo António, com cerca de vinte anos. A ele se refere o Padre António Vieira, no "Sermão de Santo António aos Peixes", quando diz que "Sendo moço e nobre, deixou as galas de que aquela idade tanto se preza, trocou-as por uma loba de sarja e uma correia de cónego regrante".
Como referenciar: cónegos regrantes in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-19 17:27:07]. Disponível na Internet: