Convento de N. Sra. do Carmo (Figueiró dos Vinhos)

De um anterior convento de Figueiró dos Vinhos, edificado no início do século XVII, apenas sobreviveu a igreja, um pátio e parte do claustro seiscentista.
A fachada apresenta-se em linhas simples, com uma galeria interior adossada ao portal de três arcos, sendo o central sobrepujado por um nicho vazio, datado na base com o ano de 1641. A frontaria é encimada por uma empena triangular com fogaréus nos ângulos, sendo atravessada por trave de pedra lavrada.
Interiormente, o corpo da igreja é constituído por uma só nave, coberta por abóbada de arestas e transepto com cúpula. A capela-mor alberga um retábulo setecentista e as suas edículas são preenchidas com imagens de santos da Ordem Carmelita. Encontra-se ainda na maquineta da tribuna uma imagem setecentista da padroeira, N. S. do Carmo. Também alusivas à vida da padroeira, encontramos duas tábuas seiscentistas nos topos da cúpula do transepto. Os silhares das paredes laterais são forrados por azulejos renascentistas com motivos de mascarões, fitas volutas e anjos bicromáticos (azuis e amarelos), coroados por medalhões que representam as figuras de S. Paulo e de Santa Clara.
Merecedores de atenção são os retábulos de talha seiscentista (da capela do lado esquerdo) e dois outros colaterais de sabor clássico, compostos por colunata e frontão. Do recheio do templo salientam-se ainda as duas pias batismais quinhentistas, o púlpito balaustrado, o gradeamento de madeira entalhada e, por fim, uma tela de Josefa de Óbidos - a Aparição de Cristo a S. João da Cruz.
Como referenciar: Convento de N. Sra. do Carmo (Figueiró dos Vinhos) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 17:04:42]. Disponível na Internet: