convergência (geologia)

Nas zonas de expansão, a nova litosfera está continuamente a ser gerada. Atendendo, contudo, ao facto de que a superfície total da Terra se mantém essencialmente constante, a litosfera também tem de ser consumida. As placas podem deslocar-se umas em direção às outras - convergência. A zona de convergência das placas é o local onde a litosfera é reabsorvida no manto. Quando duas placas colidem - convergem -, o bordo principal de uma delas inclina-se e mergulha por baixo da outra. O ângulo de inclinação varia entre os 35o até próximo dos 90o relativamente à superfície. Ainda que todas as zonas de convergência sejam bastante semelhantes, a natureza da convergência ou colisão é grandemente influenciada pelo tipo de material da crosta que está envolvido.
A litosfera continental é relativamente menos densa e flutuante ou com tendência a flutuar na atmosfera. A litosfera oceânica é mais densa e está mais em contacto com a atmosfera, sendo mais facilmente forçada a mergulhar na astenosfera.
A convergência pode ocorrer entre uma placa oceânica e uma placa continental, entre duas placas oceânicas ou entre duas placas continentais.
Como referenciar: convergência (geologia) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-30 05:39:06]. Disponível na Internet: