Convolvuláceas

Família de dicotiledóneas que se distribui por cerca de 55 géneros e cerca de 1930 espécies. As plantas desta família são herbáceas ou arbustivas, frequentemente rizomatosas e, por vezes, parasitas. Normalmente apresenta laticíferos.
As Convolvuláceas (Convolvulaceae) distribuem-se principalmente por regiões tropicais e subtropicais.
Os caules das plantas desta família apresentam, frequentemente, um espessamento lateral anómalo ou feixes bicolaterais. As folhas são alternas, simples, normalmente inteiras e sem estípulas.
As flores são solitárias ou dispõem-se em inflorescências cimeiras, terminais ou axilares. São normalmente hermafroditas e actinomorfas. O cálice apresenta, geralmente, cinco sépalas, livres ou ligeiramente unidas, persistentes. A corola, em geral, com cinco pétalas, é simpétala afunilada, tubulosa ou campanulada. Normalmente, o androceu é formado por cinco estames alternipétalos. Gineceu, geralmente, com dois carpelos soldados. O ovário é súpero com um a quatro lóculos e, normalmente, com dois óvulos por lóculo.
O fruto é uma cápsula loculicida.
Uma das espécies mais conhecidas desta família é a corriola, Convolvulus arvensis, uma infestante que cresce nos campos cultivados principalmente a seguir à lavoura. A trepadeira-das-balças, Calystegia sepium, cresce nas margens dos rios e apresenta grandes flores cor-de-rosa ou brancas. A batata-doce (Ipomoea batatas) é muito abundante na América tropical. Os frutos da batateira são cápsulas.
Como referenciar: Convolvuláceas in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-29 11:58:04]. Disponível na Internet: