Cornelius Lanczos

Matemático húngaro, de origem judaica, nascido em 1893 e falecido em 1974, dedicou-se à análise numérica e a questões de física teórica, em particular a teoria da relatividade, tendo sido assistente de Einstein em 1928. Após o ascenso do nazismo, abandonou a Alemanha (onde ensinava desde 1921, devido às leis antissemitas na Hungria), dirigindo-se para os Estados Unidos da América. Aqui chegou a trabalhar nos laboratórios de aeronáutica da Boeing, bem como no Institute for Numerical Analysis do National Bureau of Standards de Los Angeles, onde participou no desenvolvimento dos computadores digitais. Incomodado com o maccartismo, aceitou em 1952 um convite de Schrödinger para dirigir o Departamento de Física Teórica do Institute for Advance Study de Dublin, Irlanda.
Como referenciar: Porto Editora – Cornelius Lanczos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-08 19:57:59]. Disponível em