cornubianitos aluminíferos

Também designados por cornubianites ou corneanas granulosas, constituem as rochas originadas por metamorfismo de contacto sobre rochas argilosas não carbonatadas. Em virtude da argila conter uma quantidade elevada de alumina são rochas com abundantes minerais alumínicos.
As rochas argilosas mais afastadas da intrusão, que experimentam fenómenos de metamorfismo, apresentam em geral um aspeto manchado típico. Estas manchas podem ser devidas à grafite derivada da matéria orgânica. Em alguns casos, a presença de pequenas porções de material vítreo surgerem a possibilidade de terem ocorrido fenómenos de dissolução ou fusão localizada da rocha, seguida de um arrefecimento muito rápido.
Em áreas mais próximas da massa ígnea, o aspeto manchado é devido à formação de moscovite e clorite a partir de minerais de argila. Os minerais de ferro transformam-se em magnetite, a albite detrítica origina pequenos cristais idiomorfos e, finalmente, aparecem os primeiros minerais tipicamente metamórficos. A biotite forma-se a partir da clorite, da moscovite e dos minerais acessórios ferríferos e titaníferos que se encontram na rocha. Apresenta-se em pequenos cristais laminares dispostos sem orientação predominante e as suas dimensões distribuem-se por toda a massa rochosa formando cristais de textura granoblástica. Se a alumina predominar sobre os elementos potássio, ferro e magnésio, em vez de biotite, forma-se cordierite e se estes últimos elementos faltam, ou se gastaram noutras reações, forma-se andaluzite.
Se as argilas primitivas contêm algum calcário formam-se cornubianites com epídoto, nas primeiras fases, e quando atingem temperaturas mais altas formam-se cornubianites com hornblenda, plagioclase e granada.
O metamorfismo térmico de intensidade elevada (550º-650º) origina cornubianites com biotite, cordierite e hornblenda.
Quando a temperatura é superior aos 650 ºC originam-se cornubianites com cordierite, silimanite e ortóclase e, em seguida, saniditinas antes de passar à fusão. As cornubianites deste grupo são, em geral, granoblásticas, com cristais bem formados de andalusite, granada e, em menor quantidade, de cordierite.
Como referenciar: cornubianitos aluminíferos in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-05-31 23:30:44]. Disponível na Internet: