coroa checa

A coroa checa é a moeda oficial da República Checa e tem por código CZK. É divisível em 100 haler. A coroa checa é emitida pelo Banco Nacional Checo.
Foram criadas moedas de 50 haler e de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 coroas checas, assim como notas de 20, 50, 100, 200, 500, 1000, 2000 e 5000 coroas checas.
As moedas trazem na face o Leão da Boémia e no verso imagens de São Venceslau, o camafeu da Grande Morávia, a Ponte Carlos e o rio Moldava, o monumento Petrov, em Brno, e uma vista de Praga.
Nas notas surgem efígies do rei Otakar I, da Santa Inês da Boémia, do rei Carlos IV da Boémia, do filósofo e pedagogo Jan Amos Comenius, da escritora Bozena Nemcova, do político Frantisek Palacky, da soprano Ema Destinnova e do presidente Tomás Masaryk, assim como imagens de edifícios barrocos e góticos de Praga, uma águia, a cabeça de uma musa, uma cabeça de mulher com flores e louros, coroas e uma mão de criança dada a uma de adulto.
As primeiras moedas que circularam nos territórios da atual República Checa foram umas de ouro que surgiram entre os séculos III e II a. C. por iniciativa das tribos celtas. Tratavam-se de moedas com a efígie do Alexandre II da Macedónia. Posteriormente, circularam moedas romanas na região.
Só no século X foram cunhadas as primeiras moedas locais, no caso, dinars. Em finais do século XIII foi lançado o pragergroschen, que valia 12 dinars.
Enquanto fez parte do Império Austro-Húngaro circulou no território a coroa austro-húngara. Em 1918, a Checoslováquia tornou-se independente e, no ano seguinte, lançou a coroa checoslovaca.
Em 1939, a Eslováquia declarou a sua independência e o que restou da Checoslováquia foi invadido pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, que lhe chamaram Protetorado da Boémia e Morávia. Na altura, circulou como moeda o marco do Reich, assim como uma nova coroa em paralelo com a que já vigorava. Após o final da guerra, a República da Checoslováquia recuperou a sua designação e ficou sob a alçada da União Soviética. Passaram a ser válidas provisoriamente as coroas que haviam circulado antes da guerra assim como as coroas do Exército Vermelho soviético, até que, ainda em 1945, entrou em vigor a nova coroa. Oito anos mais tarde, a coroa foi substituída por uma outra, cinco vezes mais valiosa. A 1 de janeiro de 1993, a Checoslováquia dividiu-se em República Checa e Eslováquia. Entrou então em uso a coroa da República Checa com valor idêntico ao da coroa checoslovaca.
Como referenciar: Porto Editora – coroa checa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-31 19:49:39]. Disponível em