Cortina de Ferro

Política de isolamento lançada pela União Soviética depois da Segunda Guerra Mundial, durante a chamada Guerra Fria e que envolveu uma censura rígida e grandes restrições na deslocação de pessoas. A Cortina de Ferro funcionou como uma deliberada e decisiva barreira à comunicação e à troca livre de ideias entre a URSS e os seus estados-satélites e o resto do Mundo. Esta já fora utilizada anteriormente. A expressão "cortina de ferro" tornou-se popular depois de Winston Churchill a ter usado num discurso em Fulton, Missouri, no dia 5 de março de 1946. Descrevendo a Europa do pós-guerra, afirmou: "De Stettin, no Báltico a Trieste, no Adriático, caiu uma cortina de ferro sobre o continente".
Esta cortina de isolamento e separação mundial só foi descerrada entre 1989 e 1991 quando caíram os governos comunistas da Europa de Leste e da URSS. Um termo análogo, "cortina de bambu", é também utilizado para referir a barreira ideológica e militar entre a China comunista e outros países.
Como referenciar: Cortina de Ferro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-17 06:52:49]. Disponível na Internet: