corvo (ornitologia)

Designação de aves da família dos Corvídeos. O corvo (Corvus corax) é o maior dos corvídeos europeus, tem plumagem totalmente preta, bico comprido e poderoso e cauda pontiaguda. Voa com batimentos bastante comedidos mas fortes. É uma ave que conquistou quase todos os biótipos desde os bosques às planícies. O comprimento total do corvo oscila entre os 50 e 63 centímetros, com um comprimento de asa variável entre os 380 e 436 milímetros e uma envergadura de 117 a 121 centímetros. O seu peso oscila entre os 95 e 1300 gramas. Os corvos são excelentes construtores e fazem um grande ninho em princípio de fevereiro com ramos e paus, que misturam com barro e musgo. Os dois adultos transportam o material mas só a fêmea confeciona o ninho cuja concavidade forra com uma camada espessa de lã, pelos e ervas. A postura de um a sete ovos, na maioria das vezes de quatro a seis ovos é feita até meados de março. A incubação é de 20 a 21 dias. Os juvenis quando nascem são de bico vermelho e estão envoltos num colchão de lã e pelos. Mantêm-se no ninho cinco ou seis semanas, passando depois a vida livre acompanhados pelos adultos e começam a encontrar os alimentos de que se nutrem, como cadáveres, roedores, pequenos invertebrados, matérias vegetais e, por vezes, uma cria de aves ou mamíferos.
Como referenciar: Porto Editora – corvo (ornitologia) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-28 06:16:05]. Disponível em