Crassuláceas

Família de dicotiledóneas que se distribui por 35 géneros e por cerca de 1500 espécies. São plantas mais ou menos carnudas, herbáceas ou subarbustivas.
As Crassuláceas (Crassulaceae) habitam as regiões temperadas ou quentes de quase toda a Terra.
As folhas, carnudas, são simples ou, mais raramente, pinuladas, inteiras ou recortadas. Com inserção alterna, oposta ou verticilada e sem estípulas. As flores são pequenas, agrupadas em inflorescências cimeiras ou isoladas, hermafroditas e actinomórficas. Cálice quase sempre com quatro ou cinco sépalas e corola, normalmente constituída por quatro ou cinco pétalas, livres ou unidas. Os estames são em número igual ou duplo do das pétalas. Os carpelos, normalmente quatro ou cinco, são livres ou parcialmente unidos na base. O ovário é súpero ou um pouco cravado no recetáculo.
O fruto é composto por três a dez folículos e as sementes possuem albúmen.
São exemplos de espécies desta família a Sedum haematodes, conhecida por fobária-mor ou erva-dos-calos, a Crassula tillaea (Tillaea muscosa), a Crassula vaillantii (Tillaea vaillantii), a Sedum sediforme (Sedum nicaeense), conhecida por erva-pinheira ou erva-pinheira-enxuta, o Umbilicus rupestris (Cotyledon umbilicus), conhecido por conchelos, orelha-de-monge, entre outras.
Como referenciar: Porto Editora – Crassuláceas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-17 18:18:33]. Disponível em