creole

Foi a partir da sua expressão em francês, uma língua oficial do estado da Luisiana, nos EUA, antes de ter sido conquistado pelos anglo-americanos em 1803, que os descendentes de franceses e espanhóis adotaram para si a designação de "creoles" para se diferenciarem dos povos de cultura anglo-saxónica que progressivamente se foram instalar naquele estado. Os creole tinham uma cultura própria que se diferenciava através da língua, da gastronomia, da música e da dança. Neste contexto, a expressão tinha a conotação de famílias pertencentes a uma elite social.

Mais tarde, o termo creole passou a ter o sentido de "colorido" e a designar os filhos resultantes da miscigenação entre brancos e negros. Aqui a cultura creole estava associada a um passado de escravatura e segregação social que teve como resultado, em muitos casos, da própria segregação dos creole relativamente aos negros, rejeitando completamente a sua herança africana e assumindo inteiramente a sua herança europeia em termos culturais. Muitas destas famílias creole possuíam os seus próprios escravos africanos. Esta nova comunidade estava consciente da sua diferença e segregava-se dos demais, estabelecendo em Nova Orleães a sua base, adotando o francês como língua e criando as suas próprias instituições de educação, entre as quais universidades.
No universo das Caraíbas, o termo creole designava tanto os filhos dos descendentes de europeus que tinham nascido ou viviam na região, como os filhos de escravos africanos nascidos no Caribe. O surgimento de uma cultura com características expressas através de um dialeto e de uma música próprias fez com que a expressão creole passasse a definir tudo aquilo que fosse recriado nas Caraíbas, da gastronomia aos diferentes dialetos e formas artísticas. O mais importante é que esta cultura creole era um motivo de orgulho para as populações locais, assumida de forma positiva como a sua identidade distintiva das demais.

Atualmente, a palavra creole é também utilizada para definir certas características culturais, entre as quais a linguagem e os dialetos exclusivos de determinados grupos étnicos.


Como referenciar: creole in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 13:45:34]. Disponível na Internet: