cromagem

A cromagem, também designada por cromatização consiste no processo no qual o revestimento obtido é produzido em soluções contendo cromatos ou ácido crómico. Esse revestimento pode ser realizado sobre o metal ou sobre camadas de óxidos ou de fosfatos. No primeiro caso, o objetivo é o de aumentar a resistência à corrosão ou melhorar a aderência de tintas sobre materiais metálicos, como o alumínio e o magnésio ou as suas ligas.
No segundo caso é utilizado como vedante de poros suplementando a proteção conferida pelas camadas de óxido ou fosfatos, obtidos respetivamente por anodização ou fosfatização.
É costume adicionar-se na solução de cromatização ativadores como: sulfatos, nitratos, cloretos, fosfatos ou acetatos. Estes aceleram o ataque do metal e o hidrogénio resultante reduz parte do ião cromato, originando hidróxido de crómio e cromato básico de crómio. A cromatização pode ser feita em meio básico ou ácido, geralmente à temperatura ambiente, não necessitando de aquecimento. O tempo de tratamento varia de segundos a alguns minutos e o revestimento pode ser aplicado por imersão ou a jato. Depois da cromatização, o material deve ser cuidadosamente lavado e seco.
Em função da espessura do revestimento obtêm-se diferentes colorações como incolor, amarelo, verde e violácea.
A cromatização é mais usada para alumínio, magnésio, zinco e cádmio, podendo no entanto ser usada para estanho, cobre, prata, ferro, aço, ligas de níquel, de titânio e de zircónio.
Como referenciar: cromagem in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-13 11:07:50]. Disponível na Internet: