CSS (Cansei de Ser Sexy)

Banda brasileira formada em São Paulo em 2003, mistura influências de vários géneros musicais, incluindo recursos importados da pop, do rock e da eletrónica, nas suas mais variadas formas. Com um início menos convencional, mormente na rudimentar aprendizagem dos instrumentos pelos seus intérpretes, os Cansei de Ser Sexy tornaram-se um fenómeno mediático incrível. Na fase inicial, o grupo apostou numa forte promoção visual, recorrendo a um repositório online de fotografias, vulgo fotolog, muito antes de mostrarem alguma produção musical. A exposição do coletivo, quase integralmente feminino, mereceria depois ampla divulgação nos principais jornais paulistas. O crescimento natural levá-los-ia ao primeiro single e alguns EP e a contratos com a Trama, em 2005, e com a SubPop, já em 2006, que, depois da edição brasileira do disco de estreia, levaria o conceito ao mercado americano, mostrando ao mundo que, mais do que um mero fetiche dos colunistas da Folha de São Paulo, os Cansei de Ser Sexy se afirmavam como projeto musical, com a polémica das letras cheias de conotações sexuais a ajudar a trazer o fenómeno a outra escala de popularidade. Em 2004, ainda antes da edição do álbum, foram a grande revelação do Tim Festival. Depois do lançamento do disco no mercado americano, a banda partiria, já sem Clara Ribeiro e Maria Helena Zerba, numa digressão internacional, ao lado de Bonde do Role e Diplo. Seguir-se-ia uma passagem pela Europa, a partilhar palcos com os Ladytron ou os Basement Jaxx.

Discografia
2004, Em Rotterdam Já é Uma Febre (EP) 2004, A Onda Mortal / Uma Tarde Com PJ (EP)
2005, CSS SUXXX (EP)
2005, Cansei de Ser Sexy

Como referenciar: CSS (Cansei de Ser Sexy) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-02-20 08:10:16]. Disponível na Internet: