Cyril Lodowic Burt

Psicólogo inglês, Cyril Lodowic Burt nasceu a 3 de março de 1883 em Stratford-upon-Avon, Warwickshire, em Inglaterra.
Foi amplamente reconhecido pelo seu trabalho sobre o desenvolvimento da análise fatorial nos testes psicológicos e também pelos seus estudos sobre o efeito da hereditariedade na inteligência e no comportamento.
Foi estudante na Universidade de Oxford e na Universidade de Wurzburg. Tornou-se professor universitário na Universidade de Liverpool, no departamento de Fisiologia. Em 1913, foi o primeiro psicólogo educacional a ser nomeado, pelo London County Council, para uma clínica de crianças em Inglaterra. Foi professor na Universidade de Londres da cadeira de Educação em 1924, e diretor do Departamento de Psicologia no University College em Londres, de 1931 a 1950, altura em que se reformou.
Construiu uma bateria de testes de realização, para idades compreendidas entre os 5 e os 15 anos, e ainda criou uma bateria de testes para medição da inteligência.
Em 1909 publicou os seus testes sobre inteligência usando a análise fatorial para definir o tipo de fator em jogo num teste psicológico. Em 1940 escreveu The Fator of the Mind onde desenvolve este assunto.
Foi pioneiro na criação de clínicas inglesas associadas ao desenvolvimento da criança, argumentando que estas deveriam ser orientadas por psicólogos em vez de psiquiatras, na medida em que a problemática infantil é uma questão psicológica e não médica.
Os seus estudos sobre inteligência levaram-no a acreditar que a inteligência seria na sua origem primordialmente hereditária, apesar dos fatores sociais e ambientais terem obviamente um papel importante, apesar de secundário, no desenvolvimento intelectual. A partir dos anos 40 os seus estudos tentaram provar que os níveis de inteligência podiam ser correlacionados com níveis ocupacionais, ou seja, que indicadores do tipo "classe social" eram maioritariamente determinados pela inteligência e pela hereditariedade.
Após a sua morte, foi acusado de ter falsificado e inventado resultados experimentais sobre a inteligência, na tentativa de provar a sua teoria de que a inteligência é sobretudo herdada. Apesar desta celeuma, a importância de Burt é relevante na história da psicologia inglesa. Morreu em Londres, no dia 10 de outubro de 1971.
Como referenciar: Porto Editora – Cyril Lodowic Burt na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-27 08:29:20]. Disponível em