Dachau

Cidade alemã situada a norte de Munique, foi albergue do primeiro campo de concentração nacional-socialista cuja a imagem de marca é o portão com as palavras Arbeit macht Frei ("O trabalho cria a liberdade"). Este campo foi criado a 22 de março de 1933, no local onde tinha funcionado uma fábrica de munições. A partir desta altura foram sendo criados campos satélite de Dachau, com a intenção de deter os presos políticos (democratas cristãos, sindicalistas, sociais democratas e liberais), conforme declarou em 1933 Heinrich Himmler, chefe da polícia de Munique. Posteriormente aos presos políticos juntaram-se pessoas de etnia cigana, judaica e homossexuais. Os campos de concentração pretendiam aliviar as prisões, que já não tinham capacidade para conter mais presos, sendo uma solução menos dispendiosa que a de construir mais prisões. No entanto, a partir de 1941 passaram a ser não só centros de detenção como de extermínio. Os prisioneiros eram albergados em barracas de madeira que foram queimadas quando as tropas aliadas penetraram no campo - foi feita uma reconstituição das mesmas para se tornarem percetíveis as condições de vida dos presos. Da estrutura original, projetada pelo comandante Theodor Eicke e que seria aplicada aos campos criados a partir de então, remanesce a chamada Barraca X, com câmaras de gás nunca utilizadas. Quando os Aliados chegaram ao campo de Dachau, no dia 29 de abril de 1945, o número de presos neste local e nos dependentes ascendia a 67 665, calculando-se que desde a criação destes campos tenham sido presas 188 000 pessoas. Cerca de 30 000 faleceram devido às experiências médicas de que foram alvo, como a prova de medicamentos novos e experiências em câmaras de descompressão, assim como de epidemias de tifo, de exaustão e de maus tratos. Ao ter sido um dos primeiros campos a ser libertado, Dachau foi um dos que mais chocou na altura os militares e o público que veio a ter conhecimento das condições de vida e morte no campo.
O campo de Dachau, cuja construção inaugurou os demais, foi o sítio onde se formaram os dirigentes de outros campos, como Rudolf Hoess e Franz Ziereis. Transformado num memorial/museu possui, além das barracas reconstruídas, um crematório e um memorial judeu.
Como referenciar: Dachau in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-25 05:26:33]. Disponível na Internet: