Dança dos Voladores

Tendo a sua origem num antigo sacrifício ritual asteca da América Central, principalmente no México, a Dança dos Voladores faz hoje parte do folclore local de atração turística, tendo sido praticamente despojado da sua enorme carga religiosa.
À volta de um mastro, com cerca de 30 metros de altura, que tem no seu topo uma plataforma giratória, estão enroladas quatro cordas que, quando desenroladas, são mantidas afastadas umas das outras por uma placa, também giratória. Os participantes deste exótico baile são quatro bailarinos que, com o seu chefe de dança, sobem ao topo do mastro, onde começam a saltar e a dançar na pequena plataforma ao som de flautas e tambores. Por fim, os quatro homens-pássaros lançam-se para o ar, com os pés amarrados às cordas, de cabeça para baixo e os braços afastados. Descrevem movimentos circulares, cada vez mais largos, enquanto as cordas se vão desenrolando, numa cadência lenta e perigosa vigiada pelo chefe de dança.
Como referenciar: Dança dos Voladores in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-13 10:16:53]. Disponível na Internet: