Daniel Ortega

Político nicaraguano, nascido em 1945, filho de César Augusto Sandino. Frequentou a Universidade de Manágua e em 1963 tornou-se membro da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN). Esteve preso de 1967 a 1974 por ter tomado parte num assalto a um banco. Em 1974 exilou-se em Cuba, onde recebeu treino de guerrilha. Regressou secretamente à Nicarágua e conseguiu conciliar as diferentes fações da FSLN, formando alianças com empresários e outros grupos políticos. Conduziu a guerrilha oposicionista na guerra civil que levou os sandinistas ao poder em 1979. Em 1984 foi eleito presidente da Nicarágua. Recandidatando-se em 1990, foi derrotado por Violeta Chamorro.
Ortega voltou a candidatar-se em outubro de 1996 e novembro de 2001 mas perdeu ambas as eleições. A derrota de 2001 ficou a dever-se às alegações de corrupção com ele relacionadas aquando da sua governação na década de 80.
Como referenciar: Daniel Ortega in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-20 10:52:00]. Disponível na Internet: