David Justino

Político português, José David Gomes Justino nasceu a 29 de janeiro de 1953, em Oeiras.
Licenciou-se em Economia e doutorou-se em Sociologia. Aos 33 anos, recebeu o prémio Gulbenkian de Ciência e Tecnologia e, no ano seguinte, foi condecorado com a Medalha de Mérito da Câmara de Oeiras.
O seu interesse pela área da educação surgiu por ação de Magalhães Godinho, que foi seu professor de História da Economia e também Ministro da Educação em 1975. Foi na sua terra natal que David Justino iniciou a atividade na política, pois desempenhou o cargo de vereador na Câmara Municipal de Oeiras a partir de 1993. No ano anterior tinha-se filiado no Partido Social Democrata. Até aí, havia sido, desde 1984, diretor da Rádio Comercial da Linha e por isso optou por não se inscrever até essa data num partido político. Esteve na Câmara até dezembro de 2001, mas já desde 1999 que era também deputado na Assembleia da República. No entanto, foi como autarca que se destacou, nomeadamente na área da habitação, onde ao lado do presidente Isaltino Morais, seu companheiro de Governo desde abril 2002, ajudou a erradicar as barracas do concelho de Oeiras.
Paralelamente à carreira política, David Justino tornou-se também professor associado da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Entretanto, escreveu obras como A Formação do Espaço Económico Nacional Portugal 1810-1913 (2 vol. 1988 e1989) e História da Bolsa de Lisboa (1994).
Antes de ser escolhido por Durão Barroso para tomar conta da pasta da Educação, cargo que passou a desempenhar em abril de 2002, era já responsável pela Educação no "governo sombra" do PSD, enquanto o PS estava no poder. Nessa altura, defendia a criação de um ranking para classificar as escolas e a suspensão da revisão curricular, assim como pretendia analisar o problema causado pela formação de milhares de professores licenciados todos os anos. Enquanto ministro da Educação, tem apenas a tutela dos ensinos básico e secundário, já que o ensino superior passou para a responsabilidade do Ministério da Ciência. Foi substituído no cargo por Maria do Carmo Seabra, aquando da tomada de posse do XVI Governo Constitucional liderado por Santana Lopes, a 17 de julho de 2004.
Como referenciar: David Justino in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-13 10:38:57]. Disponível na Internet: