Deco

Futebolista internacional português, Anderson Luís de Sousa, conhecido por Deco, nasceu a 27 de agosto de 1977, em São Bernardo do Campo, no Brasil.
Deco, que se destacou como centro-campista, começou por jogar futebol no Brasil em clubes de segundo plano. Quando atuava no Corinthians Alagoano deu nas vistas e chamou a atenção do Sport Lisboa e Benfica, um dos maiores clubes portugueses. Aos vinte anos, Deco veio jogar para Portugal, mas foi emprestado ao Alverca, clube da II Liga onde o Benfica punha a rodar os jogadores mais jovens que ainda não tinham lugar no seu plantel.
Assim, Deco estreou-se na II Liga na temporada 1997/1998. Ao serviço do Alverca fez 32 jogos, tendo marcado 13 golos, um número de destacar para um centro-campista. Mesmo assim, no final da época o Benfica entendeu que Deco não interessava para a equipa principal e prescindiu dos seus serviços. O jogador rescindiu o contrato com o clube de Lisboa e mudou-se para o Salgueiros, da cidade do Porto. Deco estreou-se na I Divisão no jogo Campomaiorense-Salgueiros, a 18 de outubro de 1998, numa altura em que o clube era treinado por Dito. Deco fez nove jogos e marcou dois golos ao serviço do Salgueiros e a meio da temporada foi transferido para o FC Porto, treinado por Fernando Santos. Ainda fez seis jogos no FC Porto e sagrou-se campeão nacional.
Na temporada seguinte, 1999/2000, jogou com mais regularidade no FC Porto e conquistou a Taça de Portugal. Em 2000/2001, Deco assumiu-se definitivamente como titular tendo marcado seis golos e alinhado em quase todos os jogos da época. Conquistou novamente a Taça de Portugal.
As suas prestações começaram a atrair a atenção de clubes europeus, mas manteve-se nas Antas onde, em 2001/2002, marcou 13 golos, numa altura em que já era um dos jogadores mais influentes da equipa.
Em 2002/2003, Deco foi o melhor jogador do FC Porto, numa temporada em que o clube ganhou o campeonato e a Taça UEFA (a segunda prova mais importante da Europa a nível de clubes). Entretanto, no início de 2003, Deco adquiriu a nacionalidade portuguesa e estreou-se pela seleção de Portugal no dia 29 de março num jogo particular contra o Brasil disputado no Estádio das Antas, no Porto. Portugal, treinado por Luiz Felipe Scolari, ganhou 2-1 com o golo da vitória a ser obtido por Deco. Uma estreia que serviu para pôr fim à muita polémica que surgiu no país sobre a legitimidade ou não de um jogador nascido no Brasil representar Portugal.
No Euro 2004, Deco foi um dos sete médios à disposição de Scolari. A sua boa prestação em campo, nomeadamente neste campeonato, despertou o interesse do FC Barcelona, que acabaria por contratar o jogador na época de 2004/2005. Em 2006, Deco voltou a ser escolhido por Scolari para fazer parte da seleção portuguesa no Mundial de Futebol realizado na Alemanha e, ainda nesse ano, foi galardoado com o Globo de Ouro português para o Melhor Jogador do Ano de 2005.
Como referenciar: Deco in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-15 07:12:43]. Disponível na Internet: