Demósthenes de Almeida

Atleta e treinador são-tomense, Demósthenes de Almeida Clington nasceu em 1898, em Bugingá, na Ilha de S. Tomé.
Descendente de uma família ilustre da Ilha, veio para Lisboa com 2 anos e frequentou o curso comercial. Para além dos estudos, dedicou-se à pratica de desporto, nas modalidades de futebol, ginástica e atletismo. Em 1916, fez a sua primeira prova oficial, no Cruz Quebrada, em atletismo, vencendo o troféu Luís da Costa Monteiro. Após 5 anos de dedicação ativa ao atletismo, Demósthenes regressou a S. Tomé, em 1921.
Partiu para Angola, em 1923, estabelecendo-se em Benguela. Aí trabalhou no Banco Nacional Ultramarino e, como atleta de futebol, jogou no Sporting Club de Benguela. Em 1925, foi para Luanda, empregando-se na Câmara Municipal da cidade até à sua reforma aos 60 anos de idade. Recebido pelo Club Atlético de Luanda, onde foi Dirigente, técnico de atletismo e preparador físico, Demósthenes de Almeida estreou-se, a 14 de agosto de 1925, como atleta, nas especialidades de salto em altura, cumprimento, vara e peso, ganhando três das quatro provas, e estabeleceu, em 1929, o recorde de Angola, no lançamento de peso com arremesso, a 12,71 metros.
Em 1937, viajou até Lisboa e inscreveu-se no Belenenses para realizar provas de atletismo. Em 1948, acompanhou os Jogos Olímpicos, em Londres, onde recolheu material sobre o atletismo, permitindo-lhe, mais tarde, tornar-se técnico de atletismo. Numa pequena escala por Lisboa, vestiu ainda a camisola do Belenenses, classificando-se em 3.º lugar numa prova de salto à vara.
De regresso a Angola, aplica todos os conhecimentos técnicos adquiridos e, dada a pouca atividade do atletismo naquele país, Demósthenes e Camara Pires fundaram a corrida São Silvestre, em 1954, que, entretanto adquiriu o nome de Corrida Demósthenes de Almeida.
O atleta veio a falecer em janeiro de 1973.
Como referenciar: Demósthenes de Almeida in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-19 23:40:52]. Disponível na Internet: