desportos aéreos

Os desportos aéreos, que se salientam pela sensação de aventura que lhes está associada, surgiram em data relativamente recente. São um conjunto de modalidades no qual se incluem as seguintes:
Paraquedismo - Consiste em saltar de paraquedas de um avião ou de um helicóptero. Frequentemente, uma parte significativa do salto é feita em queda livre.
Asa delta - Desporto pré-olímpico, também conhecido por voo livre. O objetivo é planar durante o maior tempo possível. Do equipamento necessário fazem parte a asa, um fato térmico para proteger do frio, botas resistentes para as aterragens, arnês, luvas, capacete, rádio, altímetro e paraquedas.
Parapente - Desporto pré-olímpico que data de finais da década de 70. O objetivo é planar. Esta modalidade distingue-se do paraquedismo pelo facto de o salto se realizar a partir do solo, o que obriga a uma corrida para que, no momento do salto, o parapente esteja aberto. Em Portugal, um dos locais mais procurados para a prática do parapente é Linhares da Beira, na Serra da Estrela.
Ultraleve - Espécie de asa delta dotada de pequeno motor.
Planador - Desporto pré-olímpico praticado com aeronaves sem motor que planam graças às correntes de ar.
Balão de ar quente (balonismo) - O primeiro balão foi construído pelo padre português Bartolomeu de Gusmão, em 1709. O balão é composto por um cesto em vime onde viajam os passageiros, um queimador e o balão propriamente dito ou envelope, de tecido sintético resistente.
Bungee-jumping - Prática desportiva que atualmente recorre a técnicas sofisticadas, este salto faz parte originalmente do ritual de iniciação à vida adulta dos jovens do arquipélago das Novas Hébridas: atam uma das extremidades de lianas com um determinado comprimento aos pés e a outra no topo de uma torre de madeira com cinco metros, depois atiram-se de cabeça do alto da torre. Como desporto, primeiramente, consistia num salto de uma ponte em direção à água com os pés presos a uma corda elástica, que sustém o praticante, mas atualmente existem outras variantes deste tipo de salto que, em conjunto, fazem parte dos chamados desportos radicais.
Como referenciar: Porto Editora – desportos aéreos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-02 22:43:56]. Disponível em