Dieta de Ratisbona

Assembleia legislativa do império germano que se reunia na cidade alemã de Ratisbona, nas margens do Danúbio. As reuniões da Dieta ao longo do século XVI são marcadas pelas questões religiosas entre católicos e protestantes. Apesar das tentativas de Carlos V, na Dieta de 1541, não foi possível um acordo entre as duas fações religiosas, embora tenham concordado no respeitante ao pecado original e ao livre exame. Estas ideias não são admitidas pelo Vaticano, levando Carlos V a declarar uma guerra religiosa. Outro dos pontos que dominaram a Dieta foi a guerra com os Turcos, à qual os protestantes se opunham vivamente. Para que pudesse concentrar todos os esforços na guerra com os Turcos, a Dieta viu-se obrigada a assinar tréguas com a França, a Espanha, a Áustria e a Holanda. A dieta de 1630 significará a hegemonia francesa face ao poder dos Habsburgos, determinando o reforço do domínio da França na Europa.
Como referenciar: Dieta de Ratisbona in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-22 13:58:17]. Disponível na Internet: